#Resenha Uma Proposta e Nada Mais

Oi amigos, hoje é dia de mais um romance de época. Desta vez uma trilogia nova que está sendo lançada pela Editora Arqueiro. Vamos lá?
Uma Proposta e Nada Mais - #1 Clube dos Sobreviventes - Mary Balogh
272 páginas - Editora Arqueiro
Como toda moça de sua época, Gwendoline, mais conhecida como lady Muir, casou-se cedo. Tudo na vida da jovem conspirava para sua felicidade, visto que ela amava ao marido, e o marido a amava. Mas, infelizmente, na prática, os momentos de felicidades foram poucos, e manchados por um casamento cheio de altos e baixos por conta dos problemas de saúde do marido. Não que ele um dia tenha agredido fisicamente Gwen, mas seus destemperos, acabavam ofuscando o amor existente.
Hoje, viúva há um bom tempo, Gwen tem uma rotina satisfatória. Mas, ninguém deseja uma vida satisfatória, e seu interior já começa a despertar a solidão.
E foi com este sentimento rodeando sua alma, mais a raiva que fervilhava na cabeça por conta de uma discussão com sua amiga Vera, que ficara recentemente viúva, que após sofrer um pequeno acidente, ela conheceu Hugo Emes, o atual lorde Trentham.
Hugo é filho de um rico negociante. Na verdade, toda sua família tem origem no comércio. Na adolescência, ele resolveu provar suas qualidades através de seus próprios esforços, e com isso, entrou para o exército. Hoje, já homem feito, e com um título que foi ganho por conta de suas proezas durante a guerra, tem muitos demônios para matar. O título que ostenta, para ele não significa nada, e seus modos dizem muito de si mesmo. Pelo menos para quem se preocupar em ver além das aparências.
Hugo leva uma vida simples, só saindo de seu casulo, uma vez por ano para a reunião do Clube dos Sobreviventes. O clube nada mais é que um grupo de cinco homens, Flavian, Ralph, George, Ben, Vicent e uma mulher, Imogen. Todos perderam muito na guerra. Eles se reuniam todo ano para celebrarem a vida e ampararem uns aos outros em seus mais profundos tormentos. Foi a forma que encontraram para seguirem em frente após tantas perdas e sofrimentos impostos pela guerra.
Gwen é tudo o que Hugo não deseja em uma esposa, uma lady até a ponta da raiz dos cabelos. Ele notou isso assim que colocou os olhos nela. Também notou como ela era linda e meiga, dona de um sorriso que iluminava tudo a seu redor. Mas de que adiantaria isso se o que ele precisava era de uma mulher que entendesse sua vida e não apenas de bailes e chás. Uma mulher que o ajudasse na fazenda e a cuidar de sua meia irmã que jurara proteger. 
O que Hugo não sabia quando viu Gwen, é que apesar de sua educação fina, e de ser uma verdadeira dama, esta moça era dona de uma força interior, que mesmo os amargores da vida não foram suficientes para derrubá-la. Gwen não era apenas uma das muitas damas cabeças de vento que enchiam os salões de bailes em todos as temporadas.  Ela tinha suas próprias opiniões e não se furtava em dá-las. Ela com seu olhar aguçado, percebeu que o verdadeiro Hugo se escondia diante de uma fachada dura e fria. E seu coração solitário começou a balançar pelo bronco visto por muitos como heróis, mas que pelos próprios olhos via-se apenas como um assassino.
Hugo aos poucos foi percebendo que Gwen era bem diferente da mulher que ele imaginava. O problema era que ele não via muito futuro na relação dos dois, pois eles vinham de mundos tão diferentes. Ele até tentou se enquadrar na sociedade, mas a nobreza era tão superficial, que ele não aguentava a hipocrisia que costumava reinar. Foi então que ele fez um convite que poderia mudar o destino dos dois.  Em vez de apenas ele tentar frequentar a tão sonhada nobreza londrina, o mundo em que ela nasceu e viveu, porque ela não conhecia o mundo dele?
E diante deste convite, temos dois corações machucados pela vida, mas que estão dispostos a despirem de seus próprios medos para ficarem juntos. Resta agora saber se a diferença não apenas social de cada um, mas principalmente a forma como foram criados, será mais um obstáculos a ser batido, ou um obstáculo intransponível.
Um enredo muito bom, que mostra que nem todo mundo deseja para si as futilidades de uma boa vida, e o que importa mesmo são os valores e o amor que temos de nossas famílias, não importando a classe social. Gostei muito dos diálogos entre os personagens principais, e é bem evidente a amizade  e o respeito existente por todos os integrantes do grupo. Mais uma boa dica para os que gostam de romance de época.
Não deixe de conferir os próximos lançamentos da série:
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário 2018 no item da letra "U". Para ler outras resenhas do desafio, clique na imagem abaixo:

14 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Estou DOIDA por esta trilogia da Mary Balogh. Me encantei com ela em Os Bedwyns e já falaram que essa não fica para trás. Confesso que de início não curti muito as capas, no entanto vendo-a ao vivo ficou melhor. A edição também está bacana, e sabendo que o conteúdo é de qualidade, claro que será uma das minhas leituras futuras. Adorei a resenha, e ela só me deixou com mais expectativas ainda <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série começou muito bem, vale a pena conferir. Em relação as capas, de iniiní senti falta dos lindos vestidos, mas acabei acostumando na segunda plhaol.
      Bjs Rose

      Excluir
  2. Ola
    Nãom sou muito de ler romances de época, mas sua resenha me interessou e vou procurar. Aqui a louca por época é a a minha mãe, ela AMA demais e sei que se quiser ler os dela kkkk.
    Dica anotada, quem sabe não me aventuro pelo gênero começando pela sua dica?
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jis, tem saído ótimos Romances de época, com certeza sua mãe tem um que fará você mudar de ideia.
      Bj Rose

      Excluir
  3. Eu estou muito ansiosa para ler esse livro, apesar de não ter gostado da capa eu adoro a autora e sei que vale muito a pena, adorei conferir suas impressões.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, amei a resenha esse livro já está na minha lista de desejados pois é romance de época e sua resenha simplesmente aumentou a minha vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Larissa, e espero que goste da leitura.
      Bjs Rose

      Excluir
  5. Oi, Rose!
    Eu sou muito fã da Mary, pois sempre achei os romances de época dela bem maduro, e com personagens incríveis! Esse livro está na minha lista de desejados, com certeza vou querer conhecer os protagonistas! Mais uma história que com certeza vou me apaixonar! <3

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Não conhecia essa série, especialmente porque não acompanho lançamentos do gênero. As capas são lindas (amo o discurso do "menos é mais" haha), mas eu achei a trama reciclada e muito óbvia, então passo a dica :) Não é o tipo de literatura que quero no momento. Mas que bom que gostou ^^

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi nina, verdade, a capa mesmo simples trouxe seu charme.
      Bjs Rose

      Excluir
  7. Eu estou muito curiosa com essa série e adorei a sua resenha sobre esse volume, parece ser uma obra que vai me agradar muito quando eu for ler.

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Eu estou doida para conferir essa trilogia, mesmo achando as capas feias. Mas a história parece ser muito interessante e envolvente. Vou me apressar para ler e espero gostar bastante.

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.