#Resenha Apenas um Toque

Oi amigos, ainda na vibe dos nacionais, hoje tenho para vocês um romance que conquistou meu coração, e tem tudo para conquistar o de vocês também. Vamos lá?
Apenas um Toque - M. S. Fayes
324 páginas - The Gift Box
Adam St. James é o CEO da  multinacional St. James. Este homem acostumado a mandar e ter as mulheres que quisesse, acabou se apaixonando por uma garçonete que mudou completamente sua vida.
Mila Carpenter é estudante de Literatura e trabalha como garçonete em uma delicatesse em Nova York até ter seu diploma em mãos e poder trabalhar em sua área.
Falta pouco para colocar seu sonho em movimento, começando com a futura mudança para Colorado, um acordo já estabelecido com Victótio Marquezi (Vic), seu melhor e grande amigo.
Mila e Vic são amigos de longa data, e ambos tem aquele tipo de amor fraternal. Um elo que nenhum dos dois deseja romper. Por conta disso, ambos concordaram que quando Mila se formasse, iria morar com Vic para que vivessem mais perto e ele pudesse cuidar dela.
Mas, no meio disso, apareceu Adam... Depois que conheceu Mila, ao entrar por um acaso na delicatesse, ele não conseguiu mais tirar a moça da cabeça. Por conta disso, durante meses, bateu cartão no local, tendo sempre o cuidado de ser atendido por ela. Sua intenção era que Mila o visse como ele realmente é, sem toda a pompa de sua fortuna por trás.
Os dois não trocavam muitas palavras e não imaginavam que mexiam um com o outro. Até que Adam resolve partir para o tudo ou nada.
Mila que nunca foi uma moça insegura, acabou diante do que ela mesma chamava de um conto de fadas. E mesmo não tendo a intenção de se envolver mais sério com Adam, pois não acreditava que ele realmente pudesse se interessar por uma moça simples como ela, viu suas barreiras sendo derrubadas uma a uma...
E como todo conto de fadas tem uma bruxa, claro que uma mocrenta acabou se metendo entre os dois. Anne McAllister, uma socialite metida a besta, se aproveitava da amizade antiga entre as duas famílias (St. James e McAllister) para fazer pressão em cima de Adam por um relacionamento mais sério. Coisa que o moço nunca quis. Aliás, nunca quis foi é nada com ela.
Acontece que Mila comprou uma outra história que foi vendida para ela, e juntando ao fato dela se considerar inferior ao bonitão por conta da enorme diferença social, ela decidiu acabar com tudo enquanto podia. 
Diante do sofrimento da amiga/irmã, Vic parte em seu socorro, afastando-a de qualquer possível recaída que a moça possa ter. Agora, juntos como já haviam planejado, Mila vai aos poucos se refazendo do golpe que atingiu seu coração, sem imaginar que Adam está desesperado a procura dela.
Fiel a sua amizade, Vic cuidou de Mila, mesmo quando ela não queria todos os cuidados. Ele era o porto seguro que ela precisava e que nunca teve.
Mas há coisas na vida que não adianta fugir, é preciso colocar um ponto final definitivo para realmente seguir em frente. E quando o destino coloca Adam e Mila frente a frente novamente, eles vão ter muita coisa para resolverem e esclarecerem. E não só referente ao relacionamento mal acabado deles, mas principalmente pela atual situação de Mila.
Será que o tempo foi capaz de acabar com um amor que estava nascendo e se fortalecendo? Mila vai acreditar em Adam? E Adam, perdoará a fuga e o sumiço de Mila? E mais ainda, ele será capaz de perdoar tudo que ela escondeu dele?
Um amor verdadeiro, que acabou se perdendo por conta da insegurança de Mila. Logo ela, que nunca foi de frescura, se deixou levar pela aparência e por fofocas. Em vez de tirar a limpo as coisas, preferiu fugir. E isso me deu sim, uma certa raiva da moça. Sorte dela que ela não é daquelas mocinhas mimizentas e cheias de não me toques. Juntando isso ao passado que teve, o leitor acaba entendendo um pouco deste "medo" de entregar seu coração.
Adam é outro personagem que cativa. O jeito que ele foi conquistando Mila, e depois a reaproximação dele após o reencontro de ambos. Tudo bem que ele pisou na bola ao não colocar um freio na doida varrida da Anne, mas este erro, ele acabou pagando. E quase pagou bem caro por isso... A única coisa que não gostei dele, foram os apelidos que ele dava para Mila. Para mim, não combinavam muito com ele, ou mesmo com ela. Mas isso é um gosto totalmente pessoal meu, e que tenho certeza não tira nada do brilho do enredo. Mas certeza ainda, é que muita gente não vai se importar com eles.
Adorei Vic e a relação que tinha com Mila. Realmente ali estavam dois amigos que se amavam de verdade. Pode até ter sido exagerado ele ter levado a Mila, mas no caso, quem deveria insistir em ficar e tirar a limpo tudo, seria ela. Ele, queria apenas proteger a amiga/irmã que tanto amava. E isso ele fez, mesmo que de forma exagerada...
Acho que a única que não mostrou para que veio foi Ayla, a melhor amiga de Mila. Apareceu pouco no enredo e para quem se dizia melhor amiga, não achei que tenha tido alguma diferença no enredo. Mais uma vez, é uma percepção minha, e ela em nada afetou a história.
O final deu um belo susto no leitor, e abriu caminho para cenas de prender totalmente nossa atenção. Foi uma leitura rápida e bem fluída. A sensação que eu tinha diante dos diálogos, era que estava presente, bem ao lado dos personagens. Aliás, a história é narrada por Adam e Mila. A parte gráfica promete, visto que ainda está apenas em ebook, os pequenos detalhes que percebemos prometem deixar o livro físico que será lançado em junho, na The Gift Love, um luxo, além de muito bonito.
É o quarto livro que leio da Martinha, e o jeito despojado de seus personagens, e sua escrita descontraída, são motivos mais do que suficientes para eu ser fã dela. Mais uma ótima opção para os que gostam de um bom romance.



11 comentários:

  1. Que linda sua resenha, já quero ler esse livro :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Monyque! Leia sim que é bom!
      Bjs Rose

      Excluir
  2. Adoro a escrita da Martinha, uma grade amiga minha, eu ainda não tive tempo de conferir esse livro dela, mas espero logo poder ler e me apaixonar também. Amei sua resenha, parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karine, ela escreve bem mesmo. tenho certeza que vai gostar.
      Bjs, Rose

      Excluir
  3. Olá!
    Primeiramente, que resenha encantadora! Pela sinopse eu dificilmente iria procurar ler o livro, mas conforme foi dizendo mais sobre ele, fui me encantando por suas palavras e agora quero conhecer essa obra!
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá Rose!
    Adoro a escrita da Martinha e estou com ele no meu Kindle para ler. Pelo visto a história da Mila é bem envolvente e esse casal parece ser cheio de química e com uma dose mais picante.
    Mal posso esperar pra conhecer.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  5. Oi Rose!
    Sua resenha tá tão gostosa de ler que parece que estamos presentes ouvindo vc falar.
    Eu, faz tempo que não leio romances românticos e ainda comecei o ano travada pra ler, mas anotei a dica pra quando eu estiver ok!
    Parabéns pela resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem? Dificilmente tenho lido romances de amor, porque estou procurando outro tipo de literatura, mais reflexiva e menos sentimental. Não me cativei por essa dica. Achei o quote "Você sempre será encarada como o prêmio mais valioso a ser conquistado, Mila" extremamente ridículo. Mulheres não são prêmios! Ninguém é prêmio de ninguém! Achei isso muito problemático, de verdade. E, por isso, não seria capaz de ler o livro. Aliás, é justamente por coisas assim que tenho me afastado dos romances de amor </3 A romantização e a idealização excessiva do amor romântico são muito nocivos e, infelizmente, a literatura tem reproduzido muito esses discursos.

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adorei conhecer um pouquinho de Mila e Adam, mas mas meu coração balançou com o carinho de Vic. Já li vários livros em que a protagonista faz uma bagunça na vida por falta de um bom diálogo e fico com raiva, mas as vezes me pego fazendo a mesma coisa com meu marido kkkk. Nunca li nada da autora, mas pelo visto valer muito a pena. Gostando de romance como gosto é dica anotada.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Rose, tudo bem?
    Estou com ele no Kindle para ler. Uma amiga me indicou e espero iniciar em breve a leitura. Vc é a segunda pessoa que fala muito bem do livro e da escrita da autora. Adorei a resenha e dica anotada!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Rose, não ando lendo muitos romances porque curto mais livros imprevisíveis... Romances seguem uma estrutura parecida, acabei enjoando. Mas achei legal esse ter o diferencial da amizade dos dois, quem sabe no futuro eu leia.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.