#Resenha Sob os Acordes dos Anjos

Oi amigos, hoje trago para vocês mais uma resenha nacional, desta vez da nossa nova parceria Chirlei Wandekoken. Espero que gostem!
Sob os Acordes dos Anjos  - Chirlei Wandekoken
191 páginas - Pedrazul Editora
ISBN: B077YZGXJ8
Joss Horsfield levava uma vida tranquila sem grandes preocupações. Até que é chamado às pressas a Land's End, na Cornualha, residência do marquês Adams Horsfielf, seu pai. Ambos estavam de relações cortadas desde a morte da mãe, Catherine Hopkin, quando seu pai não aceitou reconhecer Ray como seu filho legítimo.
Por ironia do destino, agora tanto Joss quanto Ray estavam ali no leito de morte de Adams, escutando do próprio marquês, não só a legitimidade de Ray, como também acontecimentos tenebrosos que mudaram a vida de muita gente, inclusive deles mesmo.
Prestes a morrer, Adams conta a verdade sobre o nascimento dos irmãos, inclusive revelando o nome da verdadeira mãe dos gêmeos. Sim amigos, Joss e Ray eram gêmeos! 
Catherine e sua família armaram um plano frio e cruel com o intuito de se apossar do dinheiro da família de Josephine Raven Wakefield (Joan), além de separá-la do marquês. 
Em um incêndio criminoso, que dizimou toda a família, Joan foi mantida em cativeiro até o parto, para que a bruxa da Catherine pudesse pegar seu filho, visto que a moça era estéril. Como Joan acabou tendo gêmeos, ela ficou com um e mandou matar o outro. Já Joan foi encaminhada para um hospício.
Perdão, meu filho. Perdão. Eu lhes imploro. Fui um tolo, um fraco e um covarde.
O que nem Catherine e nem sua família sabiam, era que deste incêndio houveram mais dois sobreviventes, as irmãs Celestine (Tine) e Estell. Mas na fuga, as irmãs acabaram tendo suas vidas separadas. 
Sem saber do paradeiro da irmã, e contando com a ajuda de  Mr Parfey, o mesmo que havia socorrido sua irmã, Tine decide ir morar clandestinamente no hospício onde Joan havia sido internada. Ela queria assim proteger sua prima e fugir de possíveis ameaças vindo dos Hopkin.
Estes fatos cruéis ocorreram há 20 anos, e agora restava a Joss e Ray torcerem para que a mãe ainda estivesse viva. Sem perder mais tempo do que tinham perdido, ambos foram a procura da mãe, e acabaram encontrando-a super debilitada. Para a surpresa dos irmãos, ela não estava sozinha, Tine, a prima deles, ainda seguia a seu lado.
Dispostos a acertarem as contas do passado, principalmente Joss que herdara o título de marquês, os irmãos levam as duas para Land's End, e além de colocá-las sob cuidado e proteção, vão em busca de toda a verdade sobre o passado da família. Era preciso descobrir onde estava Estell e quais outras famílias foram prejudicadas pelos Hopkin.
E, enquanto procuram informações, Joss percebe que tem sentimentos confusos em relação a sua prima. Se por um lado ela o deixa maluco com suas reações inesperadas e intempestivas e os maus modos, por outro, exerce uma forte atração sobre ele, que não sabe direito como agir.
Apesar dos desmandos e da falta de modos de Tine, é inegável o que está nascendo entre eles. Resta saber se o sentimento é suficiente para fazer Joss encarar um relacionamento de verdade ao lado de uma mulher que viveu 20 anos em um hospício. Fora que a vida das irmãs ainda corre perigo.
Quem seria aquela? Seria uma das Raven Wakefield? Ele precisava terminar um serviço que tinha deixado incompleto.
Um enredo recheado de crimes, disputas, segredos e intrigas, protagonizados pela maldade de uma mulher, cujo único desejo era o status social.
Esta maldade acabou atingindo toda uma geração, que acabou pagando o pato pelos desmandos de uma bruxa e pela fraqueza e covardia de um marquês. O enredo conta ainda com a formação de outros casais que vão se formando no decorrer da trama. Os personagens são bem caracterizados e o enredo é rico em detalhes. Tudo é narrado em 3º pessoa, e aproveito para destacar um detalhe que me chamou atenção e que há muito não via em livros. Em várias partes da leitura, temos o narrador conversando com o leitor, apontando fatos e detalhes importantes que não poderiam passar desapercebidos. Ficou interessante.
Outro detalhe que pouco costumo ver é o fato da protagonista Tine ser 7 anos mais velha que Joss, fora o peso de ter vivido quase 20 anos em um hospício...
E vocês, já conhecem o trabalho da autora? Caso não conheçam, fica a dica para uma boa e interessante leitura.
Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário Livreando 2018 (#DLL2018) no item livro de autor brasileiro. Para ler outras resenhas deste desafio, basta clicar na imagem abaixo:
 
*Este livro foi uma cortesia da autora

30 comentários:

  1. a proposta é bem bacana, eu gostaria de ler em breve
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii Rose tudo bem?
    Fiquei extremamente instigada a ler esse livro, gosto de suspeitas, crimes, brigas e até mesmo revoluções que causam reviravoltas no enredo, amaria ler, de verdade!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgs, aproveita e baixa lá, vai que gosta...
      Bjs, Rose.

      Excluir
  3. Oi!!
    Parece ser um ótimo livro, embora não seja muito habituada a ler livros com crimes e etc acabei me interessando.
    ótimo post!

    Bjs!

    Fernanda Reads <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, adoro esta mistura de romance e crime.
      Bjs, Rose

      Excluir
  4. Olha parece ser um livro bem interessante tenho que falar, mas no momento não é o que procuro para ler então deixarei a dica passar mas mesmo assim obrigada pela bela resenha, está de parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Conheço a autora, mas ainda não li nada dela. Até tenho um que está na lista, mas não é este. Quanto ao livro da resenha, conhecia e tenho interesse em ler, espero ler em breve!
    Adorei sua resenha e dica anotada!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sophia, espero que consiga ler algo da autora e goste.
      Bjs Rose.

      Excluir
  6. Que livro interessante! Quando vi o título esperava outra coisa, mas pelo que você falou parece bem interessante. Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nanna, que bom que gostou. Espero que leia e goste.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  7. Oi Rose, tudo bem?
    Gostei muito de você estar divulgando livros nacionais, no seu blog, isso é muito importante!
    Sou apaixonada por livros com investigação, crimes, brigas e tudo mais. Gostei muito da sua resenha, parabéns!

    Beijos e abraços
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Viviane, sempre leio livros nacionais, acho importante divulgar nossos autores.
      Bjs, Rose

      Excluir
  8. Olá Rose,
    Que premissa é essa? Meu Deus, adorei a ideia do livro, adorei saber que ele é recheado de crimes e disputas e fiquei muito curiosa para saber o que se Joss e Ray encontram sua mãe. Essa busca nessa construção me pareceu funcionar muito bem e, acompanhada de uma resenha fascinante, vou anotar a dica para ontem!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Bruna! Espero que leia e goste.
      Bjs, ROse.

      Excluir
  9. Olá!
    Não conhecia esse livro nem a autora. Fiquei bem confusa com essa resenha porque não entendi direito como Ray foi parar na casa do marquês sendo que Catherine tinha mandado matá-lo, não entendi também a função das irmãs que sobreviveram... Até que essa história parece ser legal, vou procurar por esse livro. =)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andrea, as irmãs que sobreviveram são as únicas herdeiras da família que morreu queimada. Fortuna esta que a família de Catherine, até então, suposta mãe de Jos, se apossou. Em relação a Ray, apesar de Catherine ter mandado matá-lo, ele foi criado por uma outra família e o marquês nunca o reconheceu como filho, nem mesmo filho ilegítimo.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  10. Olá, tudo bem? Não conhecia este livro ainda, mas fiquei bem curiosa para lê-lo após ler tua resenha. Adorei a dica!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Larissa, espero que leia e goste.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  11. Oi, tudo bom ?
    Não conhecia esse livro, mas ao ler sua resenha, fiquei curiosa para lê-lo, ainda mais pelas partes dos crimes :)

    Dica anotada :)


    Beijos,
    Thalita Sousa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thalita, muitos crimes foram cometidos, ficou interessante.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  12. Parabéns por divulgar e ler nacional!! E que enredo é esse? Que livro mais intenso! Pelo menos é o que a sua resenha me passou e me instigou a ler o livro, confesso que fiquei curiosa para saber onde tudo vai dar.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tânia, sempre estou lendo nacionais, e quando posso, divulgando, ainda mais quando sçao bons.
      Bjs, Rose

      Excluir
  13. Não conhecia a obra mas achei bacana, principalmente essa interação entre narrador e leitor, tenho estudado sobre isso e acho sensacional. Me parece ser uma trama com os elementos certos para nos surpreender, né? Já anotei a dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dayhara, tem elementos que acabam surpreendendo mesmo
      Bjs

      Excluir
  14. Ola
    gente gostei muito da sua resenha, me interessou muito e vou procurar se tenho o lvro no meio dos meus ebooks....
    Valeu a dica.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jis, veja, e são não tiver, aproveita para baixar.
      Bjs!

      Excluir
  15. Olá, tudo bem? Nossa parece ser um enredo bem interessante pela quantidade de temas que podemos achar. Não conhecia confesso, e fiquei bem curiosa em saber mais sobre ele. Sua resenha me deixou ansiosa em imaginar o que posso esperar do mesmo. Adorei e dica anotada ((;
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bom?
    Adorei o desafio!! Não tinha visto esse! Estou participando de dois, um do skoob e outro que achei na internet, rs. Belo post, apesar de não conhecer o trabalho da autora, me parece uma leitura incrível e a capa está lindíssima.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.