#ResenhaDupla: Somente Sua #4 e Todo Seu #5

Oi amigos, hoje tenho uma resenha dupla para vocês. Vou finalizar a série Crossfire da Sylvia Day fazendo uma resenha só sobre os dois últimos livros da série. Mas, não precisam ter medo, não haverá spoiller, nem mesmo dos livros anteriores!
Somente Sua #4 (312 páginas - Editora Paralela)
Todo Seu #5 
Gideon e Eva estão juntos e casados, mas por incrível que isso possa parecer, o casamento pode ser justamente o gatilho que faltava para a separação de ambos.
Com feridas que ainda sangram e machucam, o casal continua tendo que lidar com os próprios medos e inseguranças, ao mesmo tempo que são bombardeados por intrigas de todos os lados.
Eles precisam encarar que usar o sexo entre eles para resolverem suas diferenças e problemas é um círculo vicioso que precisa ser rompido, para que no futuro isso não os afaste.
Mas não era só com o sexo, ou a falta dele, que Gideon precisava lidar. Com muitos inimigos a sua volta, Eva acaba se tornando o seu ponto mais vulnerável, e ele não está conseguindo lidar com isso. A pressão crescia a cada dia, assim como o medo de perdê-la.
Do lado de Eva, ela não estava conseguindo furar a armadura de Gideon, e isso era frustrante. Ela não queria ser apenas a esposa amada que precisa de proteção. Ela queria ser também a proteção e aquela que luta lado a lado do seu marido.
Em um ponto crucial da trama, eles percebem que do jeito que estava não ia dar certo. Era preciso muito mais do que o amor e a química que tinham para consolidar o relacionamento deles. Era preciso confiança!
Aos poucos, com um passo de cada vez, eles estavam tentando e conversando. Eles estavam dispostos a fazerem o escudo crescer e se fortalecer, sem precisarem usar o sexo para isso.
Já era hora de Gideon enfrentar seus demônios, e isso o tirava totalmente de sua zona de conforto. Mas se para ter Eva ao seu lado, ele precisaria passar por isso, então estava mais do que disposto.
Enquanto via o esforço que Gideon estava fazendo pelo futuro dos dois, Eva percebe que não adianta apenas saber o que fazer, é preciso também agir e mudar. Pois ser independente e forte não é necessariamente fazer tudo sozinha e a seu modo.
Mas justamente quando ambos parecem está se entendendo e até se comunicando melhor, além de prestes a mostrarem para o mundo o amor deles, uma sombra desconhecida se levanta, e uma mentira pode destruir todo o caminho que o casal construiu até ali.
Decidi falar dos dois livros juntos, pois achei complicado falar deles em separado. São nestes dois volumes que percebemos uma real evolução tanto de Gideon quanto de Eva. Eva está mais forte, mais decidida e centrada, enquanto Gideon está se encontrando. E é justamente por isso que ele começa a se abrir, a princípio para agradar a Eva, mas depois, por ele mesmo.
Achei linda a cena dele com o padrasto, assim como totalmente coerente a raiva do irmão Christopher em relação a Gideon. Um problema que não foi resolvido de imediato, mas passo a passo, o que tornou tudo ainda mais verdadeiro.
Outra cena que me chocou e não de forma positiva por conta da atitude da personagem, foi finalmente o confronto de Gideon com sua mãe. Ali, ele matou seus monstros e retomou sua vida nas mãos. Foi emocionante e forte. É incrível como tem gente que prefere fechar os olhos para a cruel realidade do abuso infantil. Como se jogar para baixo do tapete fosse resolver tudo ou mesmo fazer o problema desaparecer.
É justamente neste ponto que a mãe de Eva fez a diferença na vida da filha, mostrando sua total confiança e amor irrestrito por ela. Aliás, veio dela também a surpresa final da série. Confesso que ainda estou matutando se haveria necessidade disso, mas enfim...
Por conta da evolução dos personagens, e não só de Gideon e Eva, como também do próprio Cary, que as palavras decisivas do último volume foram: "Eu Acredito". Estas palavras tem um peso tão importante na trama como um todo, que são até mais importante que o famoso "Eu Te Amo".
Acreditar na pessoa, e no que ela está falando é imensamente mais importante que o próprio amor. Na verdade, a confiança depositada em alguém é a própria prova de amor, e isso fica muito claro, principalmente em relação a Gideon, que durante anos acreditou que ninguém acreditava nele. Justamente as pessoas que diziam amá-lo tanto, lhe viraram as costas. Justamente por isso, as três cenas mais marcantes deste final, e na verdade de todo a série, foi Gideon ouvindo isso: eu acredito. Quer dizer, pelo menos em duas das três cenas importantes...
O choque de perceber que estão acreditando nele, apenas nas palavras dele, sem provas para corroborar suas palavras, é algo bem nítido para o leitor, e isso me deixou muito impressionada.
Uma série que gostei de ler, ainda mais por tocar no tema do abuso infantil. Apesar disso, acredito que cinco livros foram demais. Quatro até dá para ser, mas três seriam o ideal, mesmo que os volumes fossem maiores. Recomendo sim a série, mas tenho ciência que muitos não gostaram, talvez por conta do conteúdo mais hot, talvez pelo excesso de cenas sexuais... Mas o engraçado é que até isso tem uma boa explicação no enredo. Enfim, para os que já conhecem o trabalho da autora, vale a pena, e para os que querem conhecer, no final, acaba valendo também. 

Perdeu as resenhas dos outros volumes? Então cliquem abaixo e leiam!

 

19 comentários:

  1. Oi Rose tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou tanto meu interesse o quanto eu gostaria querida, mas adorei saber a sua opinião e esse assunto é ótimo para quem curte o gênero.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Eita Rose, não costumo curtir nada que tenha excessos, mas este me despertou o interesse. Confesso que vivi um relacionamento parecido e infelizmente achei melhor dar um fim a tudo, então adoraria ler e saber o desfecho da vida de Gideon e Eva.

    Bom fim de semana.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. eu não consigo me ligar aos enredos da Sylvia, não creio que leria
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rose!
    Uma amiga leu o primeiro livro da série, e comentou exatamente sobre isso, o excesso de cenas hots entre o casal, mas apesar disso gosto do gênero do livro. E quero muito conhecer o famoso Gideon, do qual todas as meninas vivem comentando!rs

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Rose!
    Achei interessante a ideia da resenha dupla mas infelizmente não gosto de livros com essa temática. então vou deixar a dica passar.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Rose. Poxa, é um tema que eu não curto. Não só o tema, mas também o gênero. Não sou muito fã de romances, mas nada contra, é só questão de gosto mesmo. Gostei da resenha. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Eu gosto muito dessa série da autora, embora ainda não tenha lido o último livro. Só achei que a história ficou muito repetitiva, ainda assim pretendo ler o último livro.


    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  8. Oi Rose,
    Livros Hot não me agradam, e realmente não são o meu forte, mas sua resenha é uma ótima dica para quem curte o gênero. Sempre vejo as pessoas que gostam desse tipo de trama elogiando o trabalho da autora, e ela vem sempre conquistando um novo publico.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá Rose,
    Livros desse gênero não me agradam em nada, mas tenho ficado cada vez mais curiosa para ler esse livro, principalmente, por conta do tema que ele apresenta: abuso infantil.
    Fiquei muito contente por a leitura ter te agradado tanto assim e por você indica-la. Achei os quotes maravilhosos e vou tentar dar uma chance.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. eu já li um livro da Sylvia Day, não vou dizer que é meu estilo, estaria mentido, mas ela tem uma boa escrita de entretenimento.

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Apesar de curiosa sobre a surpresa final da série, não me arrisco a ler, pois já me irritei tanto com os livros anteriores que não quero passar de novo por isso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Boa noite, você apresenta bem os livros, mas apesar de sua apresentação não me despertou muito o interesse, não digo que não leria, quem sabe futuramente.

    ResponderExcluir
  13. Não gosto das histórias da Sylvia, apesar dessa série abordar um tema muito interessante, eu não leria. Mas acho bacana quando um autor traz esse crescimento de seus personagens no decorrer dos livros de uma série.

    ResponderExcluir
  14. Oi Rose !!! Estou bem curiosa para ler essa coleção. A leitura parece ser bem empolgante e com bonitas histórias. Acredito que vale a pena conhecer. mega bjo

    ResponderExcluir
  15. Bah, eu não sabia que os livros eram mais pra romance do que pra eróticos. Foi uma boa surpresa isso. Mesmo assim, não sei se os leria. Não são bem do meu tipo de literatura preferida. Mas também é sempre bom dar chance a coisas novas.

    ;*

    ResponderExcluir
  16. Oi! Bom saber sobre opinião sobre os livros, confesso que não tenho muito interesse em ler.
    Li Cinquenta TOns e até curti, mas não leria nada parecido, pq acho tudo meio repetitivo...
    bjos

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem? Apesar do sucesso todo que sei que a Sylvia tem, nunca me interessei muito pelas histórias dela. Sua resenha está ótima, sem spoilers mesmo e completinha. Gostei de saber que tem um drama bem alto. Não sei se para mim seria uma boa para conhecer as obras dela.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Ainda não li nada da autora e, confesso que nunca tive interesse por essa série, mas depois de ler sua resenha dupla, acho que eu daria uma chance para conhecer.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Eu li esses livros bem rápidos, mas confesso que nesses dois últimos eu acabei perdendo um pouco a vontade, achei que a autora foi por um caminho desnecessário e usou alguns plots que não ficaram bem explicados no final. Mas ainda sim vale a pena a leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.