#Resenha O Zahir

Oi amigos, para finalizar o mês, escolhi algo de um autor que gosto muito e que há tempos não leio: Paulo Coelho. Espero que gostem.
O Zahir - Paulo Coelho
320 páginas - Editora Rocco
Antes de começar a falar do livro, um rápido esclarecimento sobre a palavra Zahir. "É uma palavra árabe que quer dizer visível, presente, incapaz de passar despercebido. Algo que uma vez tocado ou visto, jamais é esquecido."

Os livros do Paulo Coelho sempre mexeram comigo e me levaram a muitas reflexões. Isso desde o primeiro livro que li dele. Sempre foi assim. Enquanto muitos criticam, para mim sempre funcionou muito bem.
Em O Zahir não foi diferente. Aqui temos a história de um famoso autor (do qual não sabemos o nome) que escreve sobre espiritualidade.
Após muitos relacionamentos sem futuro, o autor acaba se envolvendo com Esther, uma conceituada jornalista, ganhadora de alguns prêmios. É ela que o incentiva a escrever seu primeiro livro.
O casamento deles não é aquele tradicional que conhecemos. Talvez por conta das constantes viagens dos dois, ou até mesmo pela personalidade de ambos. Fato é que funciona para eles. 
Mesmo amando Esther, o autor mantém alguns casos extraconjugais. Esther nunca reclamou ou questionou, e ambos nunca conversaram a respeito.  Nem mesmo se ela teria seus próprios casos extraconjugais...
Esther sente-se triste, com a vida empacada, então  decide ser correspondente de guerra. Mesmo não gostando da ideia, o autor aceita e de certa forma apoia o desejo da esposa.
As viagens são constantes e os períodos de afastamentos longos, mas o casamento segue firme... aparentemente...
Até que um dia Esther some sem deixar pistas ou qualquer tipo de recado. Sem maiores explicações ela parece ter posto fim a um casamento de dez anos. Tudo aponta para uma fuga com um suposto amante chamado Mikhail. Ele é um jovem do Casaquistão que trabalha como interprete para Esther.
O desaparecimento da jornalista é investigado, e o autor chega a figurar como suspeito. Com a inocência comprovada, e os indícios de fuga, ele não tem outro jeito e segue em frente com sua vida.
Com o orgulho ferido, ele começa a questionar os motivos de Esther teria para deixá-lo. O tempo vai passando e o autor vai refletindo sobre seu casamento e sua vida. Esther torna-se o seu Zahir. Mesmo assim ele vai se envolvendo com outras mulheres, até chegar em Marie, uma atriz famosa e desejada.
Ambos engatam um namoro, mas a presença de Esther é constante.
Quando o autor está lançando mais um livro, o "Tempo de Rasgar, Tempo de Costurar", uma espécie de tributo à Esther e ao casamento deles, Mikhail aparece em uma das sessões de autógrafos. É a chance que ele tem de reencontrar Esther e entender o porquê dela ter fugido sem nenhuma explicação.
Mas antes de encontrar a esposa (ele ainda a chama de esposa), ele vai ter um longo caminho de reencontro consigo mesmo. Ele vai precisar entender os motivos do término do casamento. Onde um acabou se perdendo do outro. E por mais incrível que isso possa parecer, é justamente Mikhail o guia desta caminhada.
Dois anos depois, ele tem a possibilidade de ficar frente a frente com Esther, mas será que depois de tanto tempo, há alguma chance de um recomeço? Por que Esther partiu? O que Mikhail tem haver com isso? O autor realmente conseguiu entender o declínio de seu casamento? Depois do encontro ele conseguirá finalmente fechar um ciclo e seguir em frente?
Questões que são explicadas no livro conforme o autor vai relembrando fatos antigos de seu casamento conforme lembranças vão invadindo seu dia-a-dia.
A verdade é que chegamos ao final da jornada sem ter a certeza do que vai de fato ocorrer, apesar de termos a sensação de que se encaminha para o final apresentado.
Um fato muito interessante é que Paulo Coelho usa sua própria história de vida para compor o enredo. Uma mistura de ficção e realidade, onde o leitor não sabe onde começa o personagem e onde termina o autor Paulo Coelho. Sem contar que ele faz o leitor se questionar sobre várias atitudes (ou falta delas) dentro de um relacionamento. É o comodismo entrando em nossas vidas, mesmo sem ser convidado. Aquela palavra que não falamos por acharmos desnecessária e termos a certeza de que o outro deve saber o que pensamos. Será mesmo???
Como disse no início da resenha, os livros do PC funcionam muito bem para mim, e mais uma vez gostei de ter lido. E você, já leu algo do autor? Gosta da escrita dele?

Esta resenha faz parte do meu Desafio Literário de 2017. Para ler outras resenhas do desafio, clique na imagem abaixo:

50 comentários:

  1. Gosto muito do Paulo Coelho, mas o único livro dele, que li e reli milhares de vezes é Onze Minutos.
    Esse conhecia, mas nunca parei pra ler.
    Curti sua resenha e acho a capa desse livro muito bonita.
    Obrigada pela visita no Blog As Meninas Que Lêem Livros.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou Lauri, já li Onze Minutos e gostei também. Esta capa está mesmo muito bonita.
      Bjs

      Excluir
  2. Rose!
    Gosto demais dos livros do Paulo Coelho também e não sei porque ele recebe tantas críticas, porque as mensagens que passa em seus livros são bem condizentes com meus pensamentos.
    “Não basta saber, é preferível saber aplicar. Não é o bastante querer, é preciso saber querer.” (Johann Goethe)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizem que ele é só marketing...
      Bjs

      Excluir
  3. Paulo Coelho é um grande escritor não é a toa.
    Não li O Zahir, o único livro dele que ainda não li. Mas acredito que ele tenha abordado um tema bem legal, um casal "moderno" digamos assim, que tem seus problemas.
    Gosto quando o autor usa a história dele em seus livros, acho essa mistura muito interessante.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Helana, e ele construiu bem este enredo. Ficou uma mescla bem interessante.
      Bjs

      Excluir
  4. Não li esse livro do Paulo Coelho ainda, mas os outros amei e sei que irei adorar esse também.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Apesar de ter adorado suas considerações, não consigo me identificar com esse autor. Todas as vezes que tentei não rolou.

    Beijos!

    Camila de Moraes - Blog Book Obsession

    ResponderExcluir
  6. OLá, tudo bem? Nossa não li nada ainda do Paulo Coelho, mas sempre ouço elogios sobre O Zahir. Ainda quero ter uma oportunidade de ler algo dele, e seus elogios me convenceram a colocar ele nos meus desejados. Adorei!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. li apenas alguns dos livros de Paulo Coelho, esse em especial ainda não li, mas tenho muita vontade
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Já li alguns livros do PC, mas esse ainda não, mas com certeza vou procurar depois de ler essa sua resenha, pois achei a premissa muito legal, fiquei muito curiosa para saber o desfecho desta história, valeu muito a dica. Bjs

    www.livrosemretalhos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um desfecho interessante apesar que um pouco previsto.
      Bjs

      Excluir
  9. Oi, tudo bem?
    Nunca li nada do Paulo Coelho, mas confesso que também nunca tive curiosidade.
    Apesar de ter gostado da sua resenha, não é dessa vez que um livro dele desperta meu interesse.
    De qualquer forma, que legal que você gostou da leitura e que os livros dele te provocam tantas reflexões. É sempre bom quando um livro leva a gente a refletir sobre algo né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é bom quando um autor consegue isso.
      Bjs

      Excluir
  10. Vejo que a escrita do Paulo funciona bem contigo mesmo, não é? Rsrs Você fala com muito carinho sobre a obra . Ainda não li nada do autor, e apesar do que você falou o enredo da obra não funcionou pra mim. O que é uma pena, pois de qualquer forma é um livro parece ser muito legal para aqueles que curtem o gênero. Parabéns por sua escrita tão esclarecedora! Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Funciona mesmo, não tenho como dizer o contrário.
      Bjs

      Excluir
  11. Oi.
    Sei que Paulo Coelho é super famoso e tal, mas eu nunca tive o minimo de interesse em ler um livro dele. Sei lá, todos que eu vejo, não faz eu estilo de leitura. Vou passar a dica dessa vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São livros que nós levam a vários questionamentos.
      Bjs

      Excluir
  12. Oi, tudo bem?
    Eu só li um livro do autor, mas gostei e por isso tenho curiosidade com os outros, logo fiquei animada com sua resenha logo de cara. Esse livro eu já vi por ai, mas nunca tinha lido nada sobre e achei a premissa bem interessante.Deve ser bacana acompanhar todos esses conflitos e reflexões que o protagonista vai ter e o casamento é um bom tema para abordar que me deixa curiosa.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa foi o interessante sim ver os questionamentos do personagem sobre si mesmo e sobre seu casamento.
      Bjs

      Excluir
  13. interessante essa mistura de real com ficcional na trama de O Zahir... já li outros livros dele há muitos anos,não achei ruins,mas não cheguei a me impressionar demais com a escrita dele...
    bjs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando peguei o livro, não tinha reparado que mistura a vida dele com um enredo ficcional, achei interessante isso.
      Bjs

      Excluir
  14. Oi, Rose.
    Não sou fã do autor e não acho que me daria bem com essa trama!
    Vou deixar passar!!
    E nossa, ainda não acredito que você está fazendo o desafio gringo e ignorou o meu!! (Isso magoa! Rs...)
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fica brava não mas quando aderi ao Desafio não tinha visto o seu. Você falou dele depois...
      Bjs

      Excluir
  15. Olá Rose, tudo bem?
    Confesso que já li alguns livros do autor, mas esse ainda não.
    Os livros dele também funcionam bem para mim.
    Amei a sua resenha desse livro e certamente vou adicionaplo a minha lista de leituras.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou Faby, você que está acostumado com a escrita dele, deve gostar deste também.
      Bjs

      Excluir
  16. nunca li nada do autor por não ser muito do meu estilo, mas confesso que fiquei bem curiosa para saber porque a Esther abandonou o marido. se é que ela abandonou mesmo. talvez eu de uma chance, não sei.. eu realmente não gosto dos livros do autor mas esse me deixou bem curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes vale sair dá zona de conforto e descobrir algo novo.
      Bjs

      Excluir
  17. Rose, confesso que não gosto muito dos livros do Paulo Coelho.
    Mas achei a premissa desse bem interessante e gostei dele levantar questionamentos sobre o comodismo nos relacionamentos.

    ResponderExcluir
  18. Olá!!! Gosto da escrita do autor e tenho alguns livros dele. Tenho curiosidade em ler esse livro. Vale a pena !!! Ótima sua resenha !!! bjooo

    ResponderExcluir
  19. Oie, tudo bem?
    Nunca li esse livro e nenhum desse autor! Confesso que não faz muito o meu estilo, a sua resenha pra mim me ajudou muito, imagine se eu leio pensando que é a minha "praia" e depois caio com a cara no chão, deus me livre disso!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ruim mesmo ler uma coisa pensando ser outra.
      Bjs

      Excluir
  20. Oie, tudo bem?
    Eu nunca tive a oportunidade de ler um livro do Paulo Coelho, mas pela resenha, eu me interessei, leria esse.
    E gostei de ver o significado da palavra ZAHIR, achei intrigante essa palavra árabe.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem imaginava. Fui conhecer por conta do livro.
      Bjs

      Excluir
  21. Oi Rose.
    Eu nunca li nenhum livro do Paulo Coelho e confesso que não tenho vontade de fazê-lo. No entanto, achei interessante o autor misturar realidade com ficção e inserir acontecimentos reais de sua vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei muito interessante também.
      Bjs

      Excluir
  22. Olá!

    Ah, eu gosto muito do Paulo Coelho. Já li Dois livros dele que coloquei nos favoritos, porém li outros que não gostei tanto assim. Mas ainda admiro o autor. Esse em articular não li, mas está na fila com certeza!

    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil um autor onde todos os seus livros agrade.
      Bjs

      Excluir
  23. Eu li apenas um livro do Paulo Coelho e gostei muito que foi, O Alquimista, edição da sextante ( que é linda).Ainda não conhecia este da resenha, mas achei muito interessante a premissa, parece ser uma viagem cheia de emoções. Gostei de saber mais da trama e de outra obra do autor.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O alquimista é ótimo. Li a muitos anos atrás.
      Bjs

      Excluir
  24. Só li um livro do paulo coelho e ainda estou confusa se gosto ou não do autor, teria que ler algo a mais dele para me decidir por completo , a historia d

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria bom mesmo outra experiência.
      Bjs

      Excluir
  25. Oie!!!
    Nunca li nenhum livro do Paulo Coelho, mas esse livro infelizmente não será o primeiro pois ele nao me chamou muito a atenção, entõa quem sabe na proxima?

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.