#Resenha A História de Nós Dois

Oi amigos, hoje tenho para vocês uma história incrível e que me conquistou desde o início. Espero que gostem.
A História de Nós Dois - Dani Atkins
352 páginas - Editora Arqueiro
Era para ser a época mais feliz da vida de Emma. Aos 27 anos, bonita, inteligente e cheia de vida, ela estava de casamento marcado com Richard, o grande e único amor de sua vida.
Emma e Richard são namorados desde a adolescência, e suas famílias além de se darem muito bem, também apoiam plenamente o casamento.
Mas toda a alegria de Emma vai por água abaixo quando voltando de sua despedida de solteiro, ela sofre um grave acidente de carro, junto com suas duas melhores amigas. Emma era filha única, mas Caroline e Amy eram mais que suas amigas, eram as irmãs que ela nunca teve. As três eram inseparáveis e dividiam todos os segredos, então não seria diferente que prestes a subir no altar, as duas estivessem ao lado de Emma. Acontece que este acidente mudou tudo.
Momentos antes do carro em que estava presa explodir, Emma foi salva por um belo americano que passava pelo local do acidente. Machucada e em choque, ela é levada para o hospital, onde junto com suas amigas, passaria por exames.
O herói que a salvou chama-se Jack Monroe, um autor de livros policiais (ai gente, já me apaixonei neste ponto...) que além de lindo, é gentil e divertido.
Após ter alta e voltar para casa ao lado do noivo Richard, Emma é obrigada a encarar esta nova fase de sua vida. Profundamente abalada por tudo o que aconteceu, ela decide adiar o casamento.
O adiamento não teria outras complicações se neste período Emma não tivesse descoberto alguns segredos que a fizeram questionar não só seus sentimentos, mas também as pessoas que amava. Junte a isso o fato dela está se sentindo fortemente atraída por Jack.
Mas vamos por partes...
A vida de Emma não é um mar de rosas, mesmo antes do acidente, já não era. Sua mãe foi diagnosticada com Alzheimer, e apesar de seu pai tentar esconder ao máximo isso, não foi muito difícil descobrir o problema. Por conta disso, ela retornou para casa, para assim ajudar o pai a cuidar da mãe, pois ele teimosamente não aceitava que a esposa fosse internada ou recebesse qualquer tipo de auxílio de fora. Isso gerava algumas discussões com o pai, que ela logo deixava para lá com medo de afetar a saúde dele.
Neste período Richard esteve presente do seu lado. Ele sempre foi amado por seus pais, e os tratava com muito carinho e atenção. Dispensando um cuidado com sua mãe, que mesmo ela não conseguia ter.
Ao voltar para casa, Emma se viu forçada a abandonar a carreira que amava, e agora trabalhava em uma livraria, tendo seu horário mais flexível. Mas estes dois problemas, ela conseguia lidar, mesmo que em determinados dias ficasse mais deprimida.
O que abalou sua fé, foram as consequências do acidente, e juntando a isso, o segredo que ela descobriu e que destruiu todas as suas certezas.
No meio desta enorme confusão, os pequenos momentos ao lado de Jack eram os momentos em que ela se sentia segura e protegida, e isso foi mexendo com ela. Era clara e evidente a ligação que os dois tinham, mas será que não era apenas pelo fato dele ter lhe salvado?
Jack também se sentia atraído por Emma, mas ciente do momento conturbado que ela vivia, evitava a todo o custo algo mais que a amizade que nasceu entre eles. Sem falar do fato que dali há alguns dias ele iria embora, voltando para casa dele, onde alguém importante e ainda desconhecido de Emma o aguardava.
Jack era o único que entendia o problema que ela estava passando e que lhe dizia para não tomar nenhuma decisão precipitada, ou que tomasse uma apenas para agradar aos outros. Enquanto isso, seus pais e amigos, e o próprio Richard faziam planos e diziam claramente que ela deveria casar logo.
Quando ela finalmente resolve apostar no futuro e toma a decisão de arriscar tudo com Jack, sua mãe some, e uma busca que mobiliza toda a cidade e a polícia é iniciada.
Apavorada e com medo de ter sido a responsável pelo sumiço da mãe, Emma fica envolta pela nuvem do medo e insegurança. Mesmo tendo Jack a seu lado, ela não consegue imaginar um futuro possível ao lado do escritor e longe de seus pais.
É neste momento que sua mãe aparece, sendo encontrada por Richard. O mesmo homem que ela amou a vida inteira, e que mostra claramente que a ama acima e apesar de tudo.
Em uma sequência que lhe foge do controle, Emma está de volta ao cruzamento de sua vida. Ela deve aceitar o pedido de Richard, seu amor de toda a vida e casar-se com ele, ou deve ficar com Jack, um homem que lhe salvou da morte, mas que mesmo assim ainda lhe é um desconhecido em alguns aspectos? Um homem que já deixou claro sua aversão ao casamento? Sem falar dos problemas de se namorar a distância...
A história é muito bonita e envolvente. O livro é todo contado por Emma e temos um enredo da vida real, onde encontramos amor, amizade, traição, perda e perdão. Vemos os altos e baixos que a vida nos trás.
Aos que não gostam de um triângulo amoroso, não deixem de ler, pois a indecisão de Emma não pode ser considerado um triângulo amoroso. Fora que e o enredo tem muito mais que isso, são nuances que percebemos ao longo do livro, e que magistralmente a autora só mostrou a decisão de Emma na última página, que aliás surpreendeu pela delicadeza do momento.
Um livro onde em muitos momentos eu fiquei emocionada, e apesar de ter uma opinião formada, e porquê não dizer torcida (#teamjack) era complicado apostar em qual seria a decisão da autora, ou de Emma.
Você pode até não gostar do livro, mas não tem como não se render ao lindo final que a autora criou, mesmo que não tenha concordado com ele. Sem dúvida é um final que lembrarei durante muito tempo.
 
 
a Rafflecopter giveaway

14 comentários:

  1. esse é um dos livros que mais quero ler!
    a premissa é ótima, agradável e super interessante. A história de amor é emocionante em todos os sentidos, assim parece e assim a vejo!
    estou ansiosa pelo meu exemplar que em breve deve chegar :)
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai gostar, o livro é a sua cara.
      Bjs!

      Excluir
  2. Ai, que surpresa boa esse sorteio, Rose! Vou participar e vou divulgar para os meus amigos. :) Esse livro já está na minha lista, aliás!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Monalisa, o sorteio não seria deste livro, mas de uma lista que se encontra disponível na página do comentário premiado.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  3. Oi, Rose! Ainda não conhecia esse livro, mas sua resenha me deixou apaixonada. A história parece bem envolvente... já o acrescentei a minha lista de leituras! Parabéns pela resenha!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beta, leia sim, o livro é muito bom, espero que goste.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  4. Rose, que história mais linda e que ganha a gente.
    Estou morrendo de vontade de ler e com essa pegada de triângulo que não é triângulo me fez querer ler ainda mais.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Déborah, o livro é encantador. Achei legal falar sobre o triângulo, pois muitos deixam de ler um livro quando existe um romance assim.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  5. oi, tudo bem?
    quero muito ler esse livro, parece ser lindo mesmo, e fico feliz em saber que não é exatamente um triângulo amoroso, pois eles me irritam, rs.
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna, sei como triângulos amorosos costumam irritar muitos leitores, por isso quis ressaltar isso.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  6. Parece ser um livro muito legal (mesmo não curtindo romances, gostei da premissa). Gosto de autores que fazem essas reviravoltas que nos fazem repensar o destino dos protagonistas. Vou indicar sua resenha para algumas amigas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vân, espero que elas gostem :)
      Bjs!

      Excluir
  7. Oi, tudo bem?

    Não sou fã de triângulos e acho muito ruim colocar a personagem feminina principal numa posição de "indecisa". Com certeza, é uma trama bastante reciclada, no mesmo tom de inúmeros livros, a exemplo dos da Emily Giffin e até os do Nicholas Sparks, ambos autores muito mornos (no meu ponto de vista). Enfim, não leria. Prefiro histórias que sei que vão fazer diferença na minha vida (romance melodramático tô passando longe haha).

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina, semelhanças com a Emily pode ser, mas não com o Nicholas. O triângulo realmente não existiu, mas sim a indecisão da protagonista por qual caminho seguir com sua vida.
      Bjs!

      Excluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.