#Resenha A Escolha do Coração

Oi amigos, prontos para uma leitura emocionante de apertar o coração? Então vamos lá...

A Escolha do Coração - Amanda Brooke
336 páginas - Editora Novo Conceito

Quando lemos a sinopse do livro já temos o indicativo das emoções que teremos pela frente, e acreditem, elas se confirmam.
Holly é uma artista plástica que quando criança não conheceu o significado das palavras amor e família. Ela não foi uma criança amada e nem tão pouco desejada. Desde cedo teve que aprender a se virar sozinha. 
Isso só começou a mudar quando ela conheceu por um acaso Tom, um repórter que estava meio que perdido nos estúdios onde ela trabalhava. Foi uma espécie de amor à primeira vista e logo os dois estavam se casando. Com isso, Holly conheceu o significado das palavras amor e família.
Tom vinha de uma família estruturada, que o amava e apoiava. Ele tinha pais que sabia poderia contar em qualquer momento e a qualquer hora. Holly foi imediatamente inserida e aceita no seio familiar.
Recém casados e agora donos de uma casa grande e confortável, Tom tinha planos de aumentar a família e ver seu sonho de ser pai uma realidade, mas sabia das dificuldades emocionais de Holly.

"Fosse Libby fruto de sua imaginação ou não, ela sabia que estava experimentando o mais puro amor materno pela primeira vez na vida." (pág. 138)
Quando Holly aceitou que era o momento de ter filhos, ele ficou muito feliz. Eram tantos projeto: a casa nova, a carreira de Holly em ascensão, os novos planos de carreira do Tom e agora um futuro filho... 
Tudo seguia bem, até que Holly teve uma visão de seu futuro, onde ela morreria no parto. O que fazer diante de tal fato? Não é uma escolha fácil, pois de um lado não tem só a vida dela em jogo, mas também o sonho de Tom em ser pai aliado ao amor imediato que sentiu quando viu a imagem de sua filha Libby.  Do outro tem todo o sofrimento que ela viu com sua partida.
Será possível mudar este trágico futuro? Será justo dar a vida de sua filha em troca da sua própria? Ela e Tom sobreviveriam diante desta escolha?

"- Quero que você seja feliz, Tom. - falou ela. - Se estivermos destinados a ter filhos, então teremos." (pág. 256)
Brincar com o futuro e tentar mudá-lo pode alterar muitas coisas, até onde vale a pena saber e alterar os fatos? Será o amor materno forte o suficiente para encarar esta dura e triste batalha?
Qualquer dos caminhos escolhidos (ter Libby e morrer, ou viver e não ter Libby) há apenas uma verdade, para Libby nascer, alguém tem que morrer.

" Eu sabia que estava sendo egoísta. Sabia que estava pronta para entregar a vida de Libby em troca da minha vida." (pág. 290)
Um livro emocionante que mexe com nossos sentimentos e convicções. Um livro que assim como o futuro incerto, trás um final surpreendente. Não meu amigos, milagres não aconteceram, apenas uma escolha foi feita, e para vocês saberem qual, só lendo...

"- Você não pode consertar tudo. Talvez agora seja o momento de começar a aceitar que há coisas que não pode mudar." (pág. 298) 

a Rafflecopter giveaway

29 comentários:

  1. dnisin3/6/14

    Esse é um livro que eu quero ler muito, mas que as resenhas tem me deixado receosa. Demorar pra engrenar o romance é mesmo um grande problema. Vamos ver!

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  2. thailaoliveira73/6/14

    meu Deus que pena que esse livro não fluiu, estou doida para ler!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. thailaoliveira73/6/14

    só nas leituras...

    desse jeito vai acabar a sopa de letrinhas antes do fim do semestre

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. thailaoliveira73/6/14

    resenhista novo?

    bem sobre o livro não é um dos lançamentos da editora que mais me atraiu

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. thailaoliveira73/6/14

    brincar com o destino nunca é fácil, estou curiosa para saber as consequecias

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Thaila, e o melhor é que eu não estou lendo só livros do desafio, pelo contrário, vou lendo o que quero e só depois vejo a letra.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. Oi Thiala, o Dagoberto vai começar a resenhas alguns livros que ele vai ler. Talvez ele não seja tão ativo quanto as meninas, mas é uma carinha nova sim.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  8. Uma pena mesmo né, parece ser tão bom. Mas só lendo para ter as próprias conclusões.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  9. Também acho. confesso que fiquei com um pé atrás.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  10. Oi Thaila, leia assim que puder, a leitura é ótima e o final te surpreende.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  11. Adriana Macedo da Silva3/6/14

    Oi Rose
    Nossa quantos livros bons, adorei o desafio literário mas pra mim agora não dá, muita correria.
    Bjs
    http://meupassatempoblablabla.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Juliana Xavier3/6/14

    Oi Dago!

    Eu curti esse livro, embora também já tenha passado da idade escolar faz tempo... rs... Sei lá, gostei da investigação e das mensagens que ele passa, de não julgar pelas aparências e coisas assim.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Oliveira3/6/14

    Rose, esse livro parece mexer bastante com a pessoa que o lê. Me interessei bastante, se tiver oportunidade vou ler.

    ResponderExcluir
  14. Oliveira3/6/14

    Estava tão animada em lê-lo, havia colocado em minha lista de desejados, e agora pretendo lê-lo, mas estou sem expectativa nenhuma. Melhor saber do que se enganar né?! Obrigada.

    ResponderExcluir
  15. Oliveira3/6/14

    Dagoberto, amei sua resenha. Não conhecia o livro e o adicionei em meus desejados. Me interesso bastante sobre o tema, e gostei de saber sobre esse livro. Obrigada.

    ResponderExcluir
  16. Oliveira3/6/14

    Sua lista está sendo completada. Parabéns Rose!

    ResponderExcluir
  17. Leia sim Oliveira, não tem como ficar indiferente na leitura.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  18. Também acho, quem sabe sem nenhuma expectativa você consegue gostar mais?
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  19. Eu não estava com interesse neste livro, mas estou mudando de ideia, e assim que der vou ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  20. Oi Carla, eu ainda vou ler, mas fiquei empolgada por conta da resenha.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  21. Oi Ju, não estava com nenhum interesse no livro, mas mudei de ideia.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  22. Devagar ela vai indo,
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  23. É uma correria mesmo, mas sabe que está sendo mais fácil do que pensei?
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  24. RUDYNALVA SOARES7/6/14

    Rose!
    Bom podermos ler um livro tranquilo, sem muitos rompantes e que ainda nos agrada.
    Amei!

    Desejo um mês maravilhoso e um final de
    semana de luz e paz!

    Obrigada pela visita feita ao blog.

    cheirinhos

    Rudy

    Blog
    Alegria de Viver e Amar o que é Bom!


    “Os ventos que às vezes
    tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar...
    Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o
    que nos foi dado.Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para
    sempre...” (Bob Marley)

    Blogueiras Unidas 1275!

    ResponderExcluir
  25. Bom mesmo Rudy, quando der leia que vai gostar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  26. Tatiana Jimenez Inda17/6/14

    Oi, Rose, sua resenha me animou a ler o livro, a história é mesmo delicada e parece que temos de estar preparados para as emoções. Beijos.

    ResponderExcluir
  27. Oie,
    Bem eu sou bem eclética por isso acho que de repente vou gostar mais, espero em breve poder conferir e opinar. =D....é que a lista de leitura é enorme....bjus Elis!!!


    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Nem me fale Elis, a minha só cresce...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  29. Oi Tatiana, sem dúvida um livro que vai mexer com as emoções de qualquer um.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.