#Resenha: Almas Seladas


Oi amigos, seguindo com as resenhas da Promoção "Resenha do Leitor",  a nossa amiga Alyne Ramos, do blog Alyne no País das Maravilhas, nos mandou. Vamos conferir o que ela nos mandou?

Almas Seladas -  M. L. Pontes
225 páginas - Modo Editora

Fiquei encantada com o livro desde o momento em que o autor, Marcelo Pontes, me pediu para ler. E quando li então, fiquei mais encantada ainda.
O livro conta a história de Layla e Victor, duas pessoas totalmente diferentes, mas com uma coisa em comum: Nasceram no dia 29 de Fevereiro de 1992.
"O homem colocou a mão no bolso retirando uma antiga moeda. Mesmo uma simples moeda tem seu significado e pode torna-se um jogo decisivo, basta possuir no mínimo dois lados, selos que distinguem vencedor ou perdedor - ele girava a moeda nas mãos para os dois lados - De um lado a figura glorificada através da morte, e do outro, o seu valor, o preço a se pagar. Um lado sempre está na escuridão e o outro na luz, duas metades que nunca deveriam se encontrar. Ele apoiou a moeda no polegar e continuou:  - Um milhão de vezes uma das faces esteve na luz e a outra na escuridão. Mas haverá um dia, pela ironia do destino, que esta moeda cairá em pé e seus papéis poderão finalmente se inverterem - disse ele girando a moeda no ar e deixando cair na mão." 
Layla é uma menina gótica e que sofre desde que nasceu. Por um problema na hora do parto, acabou perdendo sua mãe. O pai a abandonou por dizer que ela tinha sido a causa da perda prematura da esposa. E essa foi a primeira perda, ou melhor, a primeira cicatriz de Layla. Mas não para por ai, conforme ela vai crescendo, as perdas vão aumentando. Parece que todo mundo que começa a sentir algo bom por ela, seja o pai, a tia ou um carteiro, morrem. O que faz com que Layla tenha medo de se aproximar das pessoas, mas acaba ficando mais forte.

Do outro lado da moeda, conhecemos Victor. Um jovem que já nasceu rico e com muita sorte. Aos 16 anos já está cursando a faculdade de medicina e por ser dotado de beleza, tem todas as meninas aos seus pés. Tudo está a seu favor, mas ele não está nada satisfeito com a sua vida.
Um dia, por ironia do destino, os dois acabam se conhecendo. O que seria improvável, pois dois lados tão distintos, nunca poderiam se encontrar. Mas aconteceu e eles se apaixonam, o que por ironia novamente, acaba estabilizando a vida dos dois, dando um equilíbrio à moeda. 
O livro é simplesmente ótimo do início ao fim. Me peguei super triste com as perdas de Layla. Pensei que não era possível uma pessoa sofrer tanto. Já do outro lado, pensei em como a vida de Victor era fácil. Era, até conhecer Layla. Muitas vezes fiquei rindo das situações de Victor, era improvável uma pessoa ter tanta sorte, sério.
O livro é de leitura fácil, li em dois dias, porém teve algo que me deixou meio triste, que foram alguns erros constantes no português. O que não diminui em nada a fantástica história de M. L. Pontes.
Um livro surpreendente e super recomendado para quem gosta de aventuras, pois o livro não fica parado nunca!
Estou ansiosa para ler a continuação dessa saga com o livro Máscaras Reveladas. 

Então, o que acharam do livro e da resenha? Mais um livro que infelizmente eu ainda não li. Esta resenha está participando com o nº 07, e se você quiser participar também, mande sua resenha para o e-mail do blog. Aproveite e confiram as resenhas que já estão participando:
a Rafflecopter giveaway

2 comentários:

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.